Saiba mais
Idioma
Menu
Menu
Idioma

Pet South America 2017 registra sucesso de público e é aprovada por especialistas dos setores veterinário e pet

Congresso também chamou a atenção das principais marcas do segmento, médicos-veterinários e entidades de classe, como ABHV e CRMV-SP.

A Pet South America 2017 cumpriu sua missão com muita honra. Em três dias de evento, a feira trouxe grande satisfação para os 21.200 visitantes, um número cerca de 6% maior do que o ano anterior. Com um público qualificado e engajado na geração de negócios, o São Paulo Expo recebeu médicos-veterinários, empresários do segmento pet shop, profissionais de beleza e estética animal, adestradores, criadores, especialistas em comportamento animal, entre outros. E os números positivos não param na visitação. É que, este ano, a feira trouxe mais de 300 marcas expositoras em uma área aproximada de 13 mil m².

"Podemos dizer, sem exageros, que a feira começou a traçar um novo caminho, com parceiros importantes e um clima excepcional para realização de negócios. Não podemos deixar de destacar o Congresso, que trouxe especialistas nacionais e internacionais para debater sobre as últimas tendências da Medicina Veterinária. Isto é apenas o início. Ano que vem, tanto a feira quanto o Congresso retornarão ainda maiores e muito melhores", avaliou o presidente da NürnbergMesse Brasil, João Paulo Picolo.

Entre as entidades apoiadoras do evento, destaca-se a Associação Brasileira dos Hospitais Veterinários (ABHV), que realizou seu lançamento oficial para o mercado durante a Pet South America. Para o presidente João Abel Buck, a escolha foi acertada. “Ficamos felizes ao ver o modelo sobre o qual a feira foi montada este ano. Pessoas sedentas por informação e que foram atendidas com muita tecnologia e novidade. Escolhemos esse evento e a NürnbergMesse Brasil como nossos parceiros". E esta parceria promete grandes surpresas para 2018, como a inauguração da “Hospitalar Vet”, novo segmento dentro da feira dedicado exclusivamente às últimas tecnologias e lançamentos diretamente para o setor hospitalar e clínico veterinário.

A atenção qualificada dada ao profissional veterinário também foi elogiada por Mario Eduardo Pulga, presidente do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de São Paulo (CRMV-SP). “Já somos parceiros antigos da Pet South America e, na verdade, estivemos presentes em todas as edições. No entanto, percebemos com alegria a preocupação maior em valorizar o médico-veterinário. Isso para nós é muito importante. Houve uma mudança nesse sentido e os profissionais estão impressionados com a grade do Congresso. A feira ganha proporção maior, também, com os laboratórios presentes na exposição”, explica.

Importantes companhias do setor veterinário reforçaram a satisfação com o evento. Para Cristiano de Sá, diretor de Marketing da Vetnil, uma das empresas patrocinadoras do Congresso Pet South America, a nova proposta do evento a fez retornar, não em um estande convencional, mas com o espaço diferenciado no mezanino, que contou com bate-papos entre especialistas de renome da Medicina Veterinária. “Ficamos muito satisfeitos com esse novo formato e os convidados ficaram contentes com a iniciativa. Acreditamos que a venda do produto é uma consequência do aprimoramento da Medicina Veterinária. Superou as expectativas”.

O setor de saúde da feira também teve a participação da Idexx e Metalvet, ambas aprovaram a 16ª edição. “Estamos na feira há muitos anos e é sempre um bom investimento”, avaliou Arminda Gaspar, gerente comercial da Idexx. “Além disso, o congresso é um grande aliado porque traz o participante para conhecer as novidades expostas nos estandes. Gostamos demais desta feira e queremos estar aqui em 2018. Nossos produtos são totalmente voltados para o veterinário e tivemos muitas visitas. Fechamos negócios, fizemos contatos. Foi um grande ganho”.

Luiz Donizete Floriano, diretor da Metalvet acredita que a feira possui um histórico de bons resultados para a companhia. “Estamos aqui desde a primeira edição. Alavancamos novos negócios na feira para o Brasil e América Latina, em países como Uruguai, Colômbia e Argentina. É um evento importantíssimo para nós. Ainda que a marca seja voltada para atender os veterinários, estamos recebendo um público qualificado que está montando pet shops, clínicas que estão sendo reformadas e atualizadas. Sentimos que o mercado está ganhando fôlego diante da crise e a mudança realizada na feira está começando a reverberar. Tenho uma perspectiva ainda melhor para o próximo ano”, pontua.

Outro segmento que retornou à Pet South America 2017 e que está ganhando força novamente é o de nutrição. Pedro Fogaça, coordenador de Marketing da Magnus, acredita que “esta é a maior feira da qual participamos, então novos negócios e novos parceiros sempre aparecem”. “Também recebemos este ano compradores de outros países como da Angola e Bolívia. É um público muito qualificado, está sendo ótimo. Em 2018, estaremos aqui novamente”.

A 17ª edição da Pet South America também já está com data marcada. O encontro de 2018 acontecerá no mesmo lugar, de 16 a 18 de agosto.

Novas empresas se surpreendem com receptividade do público
Start ups, pequenas e novas empresas do segmento pet também aproveitaram a feira para lançar novos produtos, apresentar a marca para o mercado e fazer contatos. E os grandes estandes não ofuscaram o brilho dos pequenos empreendedores. Com público diversificado e espaço para todos os segmentos, a Pet South America surpreendeu Yuri Melo, diretor da VetFleur, que desenvolve produtos de aromaterapêuticos para cães. “Não imaginávamos que o público se interessaria tanto. Esse produto não existia no Brasil, e houve muito interesse e encomendas”. O destaque foi o lenço odontológico que a empresa mostrou, ideal para higienizar os dentes dos cães.

Já a PetBamboo utilizou a feira como um termômetro, e pretende migrar do e-commerce para distribuição no varejo. "A feira foi melhor do que nossas expectativas. É a primeira vez que participamos de um evento em pavilhão e muitos perguntavam por que não distribuíamos nossos produtos. A empresa existe há um ano e meio, e a Pet South America talvez seja um divisor de águas", avalia Petra Shie, sócia-diretora da empresa.

MasterGroom supera todas as expectativas e se destaca na Pet South America
O campeonato de groomers, que aconteceu simultaneamente à feira, atraiu mais de 500 participantes nos 3 dias de realização. Dinâmico, com mais de 15 categorias e 20 juízes, a atração roubou a cena no pavilhão e chamou a atenção do público. A competição foi organizada pela Associação Brasileira de Estética Animal (ABEA), em parceria com a European Grooming Association, e colaborou para a classificação dos profissionais para o mundial, que acontecerá em 2019.

“Este ano, nosso maior foco é no profissional que está competindo. Oferecemos todo o suporte com profissionalismo, mas sem perder a magia do evento, que já é marca registrada”, comenta William Galharde, organizador da competição. Quatro categorias são classificatórias para o mundial: poodle class e scissoring de raças puras, sporting e terriers.