Saiba mais
Idioma
Menu
Menu
Idioma

Pet South America encerra com corredores cheios e conteúdo qualificado

A Pet South America transformou o São Paulo Expo no principal centro de negócios e de atualização profissional para médicos-veterinários, profissionais de higiene e beleza animal e empresários do ramo de pet shops. A feira apresentou diversas atrações e 300 marcas expositoras, além de concursos de grooming, apresentações sobre empreendedorismo e atualização profissional da Arena do Conhecimento e a programação do seu Congresso, que aborda questões da Medicina Veterinária em áreas diversas, como a gestão das clínicas, nutrição, dermatologia e novos procedimentos cirúrgicos.
Comportamento dos cães é tema de palestra de psicólogo canino
O psicólogo canino Jean Cloude encheu a sala da Arena do Conhecimento no final da tarde do segundo dia da feira Pet South America. O palestrante reuniu visitantes para falar sobre o tema “Entenda o comportamento dos cães”. O especialista, que usa uma matilha de vira-latas e cães de raça para reajustar o comportamento de cães, diz ser possível entender o comportamento canino. Entre as técnicas de psicologia canina é importante avaliar a relação entre o tutor e o seu cão. “O cachorro tem fisiologia e se comporta de maneira muito parecida com a dos seus antecessores, os lobos. Por esse motivo, seu instinto canino é predominante no seu comportamento. Eles repetem intuitivamente a maneira como interagem com a comida e meio ambiente que vivem”.
Com isso, os cães estabelecem uma relação através da energia que possuem e a de seus donos. A melhora da percepção de seus institutos pode contribuir para essa relação e minimizar eventuais comportamentos indesejados dos cachorros. “Cachorros com energia máxima e alta têm predisposição a dominar seu dono, e em cães com energia de média a baixa ocorre oposto, a não ser que seus donos apresentem ainda menos energia”, acrescenta. O profissional também conta que humanizar o cachorro pode criar um estado mental indesejado. Por esse motivo, é importante respeitar seus instintos, controlando sua empolgação com ferramentas de entretenimento e gasto de energia. “Dominar a empolgação minimiza a dominação e a agressividade, na relação dos cães com seus donos”, conclui Jean.
Master Groom atrai mais de 500 participantes na 16ª Pet South America
Campeonato de groomers acontece simultaneamente à feira e classifica participantes para o mundial que acontecerá em 2019.
Várias raças e mais de 500 tosadores participam do Master Groom, competição destinada a profissionais da área de higiene, estética e beleza animal, que retornou reformulada à 16ª edição da Pet South America, principal evento dos setores pet e veterinário da América Latina. O campeonato é organizado pela Associação Brasileira de Estética Animal (ABEA), em parceria com a European Grooming Association, e confere a classificação para o mundial que acontecerá em 2019.
“Este ano nosso maior foco é no profissional que está competindo. Oferecemos todo o suporte com profissionalismo, mas sem perder a magia do evento, que já é marca registrada”, comenta William Galharde, organizador da competição. Quatro categorias são classificatórias para o mundial: poodle class e scissoring de raças puras, sporting e terriers.
Quem vem à Pet South America pode acompanhar as atividades gratuitamente, que são julgadas por 20 juízes. No primeiro dia do evento, o apresentador Celso Zucatelli prestigiou a competição e foi jurado em uma das baterias junto de seu cachorro, o Paçoca.
Em novo local e com novas atrações, a Pet South America apresenta todos os lançamentos do setor com mais de 300 marcas expositoras. O evento deve receber mais de 20 mil visitantes, entre médicos-veterinários, groomers, proprietários de clínicas veterinárias e pet shops, lojistas e profissionais do setor, vindos de todo Brasil e de países vizinhos. Além da exposição nos estandes, a NürnbergMesse, organizadora da feira, apresenta este ano também o novo Congresso Pet South America, reformulado e abordando 16 especialidades veterinárias, como dermatologia, cardiologia, neurologia, nefrologia e urologia, entre outras, em 55 palestras.
Megatendências internacionais são tema do Insight Experience
Na programação especial do Insight Experience, durante o último dia da 16ª Pet South America, João Paulo Picolo diretor-geral da NürnbergMesse abriu a apresentação “Megatendências e inovações” com palestras que trouxeram novidades e novas ideias ao público, que lotou a sala das 9h às 12h30. Participaram Helcio Taketa, diretor de Pesquisas da Pezco Economics; Ana Paula Tozzi, CEO da AGR Consultores e Serge Allard, vice-presidente de Marketing da rede norte-americana de hospitais veterinários VCA.
“É muito inspirador quando falamos com um público que gosta das novidades do mercado. Hoje pude mostrar como o mercado de marketing mundial tem ideias inovadoras para o e-commerce, e como aplicar isso na área pet. É possível e pode dar bons resultados”, conta Ana Paula.
Pet South America é palco da cerimônia de posse da Associação Brasileira de Hospitais Veterinários
A Associação Brasileira de Hospitais Veterinários (ABHV) realizou cerimônia de posse durante o I Encontro de Gestão Hospitalar Veterinário também realizado no evento com sala lotada, e presença do diretor-geral da NürnbergMesse, João Paulo Picolo. A celebração recebeu também o professor e filósofo Clóvis de Barros Filho, que trouxe reflexões em tom bem humorado sobre o tema “Inovação: Conceito, Atitude e Identidade”.
A entidade foi criada para trabalhar conceitos que servirão de referência para estruturas clínicas, hospitalares e centros de diagnóstico, e elevar o nível da Medicina Veterinária praticada no país. Esteve presente também o jornalista Antero Greco como mestre de cerimônia e mediador de uma mesa-redonda.
PIF, FIV e FELV e suas manifestações clínicas são abordadas por especialista em medicina dos gatos
Durante o último dia do Congresso Pet South America, a Plenária Felinos recebeu Ilka Gonçalves, médica-veterinária que abordou o tema “Manifestações clínicas das doenças infecciosas de felinos”. Durante a apresentação, a profissional ressaltou que as principais doenças dos gatos são causadas por vírus e bactérias presentes nas áreas respiratórias e em outras partes do corpo dos felinos, incluindo o sistema imunológico.
Gonçalves reforça que muitas vezes a vacinação não inibe o contágio, mas abranda os sintomas de vírus que podem estar presentes, garantindo maior qualidade de vida para o animal e evitar a contaminação de outros animais que convivem. Os exames de FIV (imunodeficiência felina) e FELV (leucemia viral felina) são indispensáveis em gatos que apresentam alterações na cavidade bucal. Eles geralmente apresentam retrovírus como neoplastia, úlceras, conjuntivite e anemias. Esses exames também colaboram para detectar a PIF – peritonite infecciosa felina, que pode gerar diversas complicações dolorosas ao animal, e geralmente, leva o felino ao óbito.
Trato intestinal pode ser causa de problemas de saúde em cães e gatos
Saúde e doença estão relacionadas com o trato intestinal, em muitos casos. O médico-veterinário Marcio Brunetto esclareceu dúvidas dos presentes durante a palestra “Conhecendo o microbioma de cães e gatos e sua relção com saúde e doença” na plenária Nutrição do Congresso Pet South America. “Às vezes é só um problema alimentar que está fora de ordem, mas impacta todo o funcionamento do organismo do animal. Isso pode causar problemas mais graves num futuro próximo”.
Acompanhar a alimentação, levando em consideração a idade e o histórico do animal, as funções nutricionais importantes e as culturas de bactérias que podem ser feitas ajuda a traçar um diagnóstico preciso da situação intestinal. “Nem sempre os sintomas são claros como fezes mais moles e flatulência, então o veterinário precisa ter conhecimento para investigar também a microbiótica”. Presente na plateia, a médica-veterinária Mayara Perreira Silva Guimarães aprovou a apresentação. “É um universo no qual nem sempre é possível se aprofundar, quando atuamos na clínica geral”.
Comodidade para o cliente, preparo para o lojista é equação para vender pela internet
A tecnologia e a internet estão mudando a forma como os consumidores pensam e adquirem novos produtos, e para o mercado pet não é diferente, como mostrou Frederico Cappellato, consultor de Mídias Digitais da Dolce Midia. O palestrante apresentou painel na Arena do Conhecimento, parte da programação da Pet South America 2017. Cappellato mostrou que a facilidade de realizar uma compra segura sem sair de casa está atraindo cada vez mais investidores para este segmento digital. Para o setor de produtos para animais de estimação a oportunidade é grande, já que o Brasil é um dos maiores mercados do mundo.
Mas a dica é estudar o mercado, buscar os concorrentes e seguir um planejamento com metas a curto e longo prazo. Após esse período de pesquisa, o lojista deve procurar uma plataforma confiável. “Devemos estar preparados para uma abordagem em todos os canais, mas a escolha de algo mais específico, como o Facebook, vai depender da estratégia de comunicação escolhida. A melhor maneira de se preparar é recorrer a uma agência ou formar uma equipe interna que conheça todos os processos, desde a criação do conteúdo até a otimização e gerenciamento de uma campanha online”.
Estilo de vida "sempre com pet" é alternativa possível, mostra jornalista Cris Berger
A máxima expressada pela apresentação da jornalista Cris Berger durante a programação da Arena do Conhecimento da Pet South America é que o estilo de vida "sempre com pet" já é possível. Com isso, a criadora do Guia Pet Friendly quer dizer que, hoje, ela sua cadelinha shar-pei Ella, conseguem fazer a maior parte dos programas juntos, de passeios a visita bares, hotéis e pousadas. Mas ela ressalta que, para que tudo dê certo, é preciso organização e um cão educado, que saiba respeitar limites.
"O cão e seu tutor devem se transformar em clientes desejados pelos estabelecimentos. É importante que os locais nos queiram, e esse movimento já existe, apesar de certo medo. E se o cachorro morder alguém? E se fizer xixi no lugar errado? O meu trabalho é mostrar que somos bons consumidores e que respeitamos também quem não gosta de cachorro. Algumas pessoas contestam lugares que só aceitam cães de pequeno porte, como se não fossem verdadeiramente pet friendly, porém, eles são. É um começo".
O bom resultado do trabalho de Berger se expressa pelo sucesso de três guias para cidades, além de um app que indica onde aproveitar melhor a cidade com seu cão, além do portal guiapetfriendly.com.br